terça-feira, 27 de março de 2012

Perseguidos por amor a Cristo.


“Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.” (Mt. 5. 9-12)
            A última bem-aventurança é para os que são perseguidos por serem servos de Deus. Somos testemunhas de Cristo aqui na terra (At. 1.8). Somos soldados de Cristo proclamando as Boas-Novas de Salvação no mundo. O crente está na luz, porque tem Cristo em sua vida, o mundo está nas trevas, porque “jaz no maligno” (I Jo 5.19). Logo, na vida do crente, a possibilidade de perseguição e outras hostilidades por causa de sua fé são reais em seu contexto como Igreja do Senhor Jesus.
            A palavra grega usada em Atos 1.8 e que define “testemunhas” é “martirion” (Martírio), ou seja, estar disposto a ser um representante de Cristo na terra, mesmo que isso implique em perder a própria vida por amor a Cristo.
            Os que sofrem perseguição pela causa de Cristo são bem-aventurados e deles é o Reino de Deus. A perseguição se torna um aferidor que comprova de fato ser ele um servo autêntico e fiel de Cristo.
            Muitos servos de Deus estão sofrendo perseguições em todo o mundo. Eles estão literalmente no corredor da morte por testemunharem de Cristo. Que o nosso soberano Deus, conceda-lhes a condição necessária para se manterem firmes e com sua postura de Fé, mesmo na linha da morte, possam frutificar e almas serem salvas para a glória de Deus.