domingo, 6 de maio de 2012

Abel: um homem de integridade e fé.

Caim, Abel 

Introdução

 
A. Abel era um homem de profunda convicção (Gênesis 4:1-8; Hebreus 11:1-4).
B. Convicção é:
a. O ato ou processo de convencimento.
b. O estado de ser convencido.
c. Uma crença fixa ou forte.
C. O grande patriarca Abel tinha o tipo de fé que é digna de ser imitada e que deve caracterizar cada filho de Deus.

I. Ele tinha fé salvadora

A. Abel teve testemunho divino e agiu sobre a revelação divina - isso que é fé salvadora (Romanos 10:17).
1. Ele é chamado de "Abel, o justo" (Mateus 23:33-35).
2. Deus deu testemunho de que ele era justo (Hebreus 11:4).
B. Muito tempo tem sido gasto na questão: “porque o sacrifício de Abel foi aceito e o de Caim foi rejeitado”?
1. O texto diz: "Se procederes bem, não é que serás aceito? Se, todavia, procedes mal, eis que o pecado jaz à porta" (Gênesis 4:7).
2. A razão está nas más ações de Caim - "porque suas obras eram más e as de seu irmão justas" (1 João 3:11-13).
C. Em contraste com Abel, Caim recusou-se a exercer a fé salvadora.
1. Suas obras eram más (I João 3:11-13).
2. Ele foi rejeitado (Gênesis 4:4-5).
3. Sua religião era falsa (Judas 1:8-11).
4. Ele tinha "sua própria adoração" (cf. Colossenses 2:20-23).

II. Sua fé o levou a sacrificar

A. Ele é encontrado no altar oferecendo os primogênitos do seu rebanho (Genesis 4:4).
1. “Porém o rei disse a Araúna: Não, porém por certo preço to comprarei, porque não oferecerei ao SENHOR, meu Deus, holocaustos que me não custem nada. Assim, Davi comprou a eira e os bois por cinquenta siclos de prata" (II Samuel 24:24.).
2. Este sacrifício não foi como o de Saul (I Samuel 15:19-23).
3. Caráter, então, ou, mais em verdade, fé, que é a base de um caráter reto, determina a aceitabilidade da adoração. A oferta de Caim não tinha nenhum senso de dependência, sem amor e confiança, portanto, não é adoração, - embora possa ter tido medo, e nenhum elemento moral. Por isso, não tinha odor doce para Deus. O de Abel foi polvilhado com algumas gotas de incenso de confiança humilde, e veio de um coração que de bom grado era puro e por isso foi uma alegria para Deus. Então, nós somos ensinados desde o início, que, como é o homem, assim é o seu sacrifício, que a oração do ímpio é abominável. Muitos cultos hoje em dia é adoração de Caim. Muitos cristãos professos respeitáveis
​​trazem apenas esses sacrifícios. As orações de tais nunca chegam mais alto do que o teto da igreja.
B. Os filhos de Israel foram avisados
​​sobre os sacrifícios que seriam aceitos e aqueles que seriam rejeitados (Levítico 22:17-22; Malaquias 1:6-8).
C. Hoje, os cristãos são sacerdotes e oferecem sacrifícios a Deus.
1. Nós "oferecemos sacrifícios espirituais" (1 Pedro 2:5).
2. Temos de ser um "sacrifício vivo" (Romanos 12:1-2).
3. "... Vamos continuar a oferecer o sacrifício de louvor a Deus, isto é, o fruto de nossos lábios, dando graças ao Seu nome" (Hebreus 13:15).

III. Sua fé o levou a sofrer

A. É interessante que o primeiro ato registrado de adoração está acompanhado pelo primeiro assassinato registrado!
B. É preciso um homem de integridade para acreditar em Deus e saber que sua fé pode leva-lo a sofrer (Lucas 8:15).
C. Custa algo viver pela fé - Abel pagou o preço.
1. Esse sempre foi o caso (Lucas 11:47-51).
2. Cristo nos deixou um exemplo a seguir (I Pedro 2:21-24).
3. “... todos os que querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos" (II Timóteo 3:12).
4. Nós estaremos em boa companhia (Mateus 5:10-12).
5. Precisamos de paciência em meio ao sofrimento (Tiago 5:7-11).
6. Seja fiel até a morte (Apocalipse 2:10).

IV. Sua fé ainda fala

A. "mesmo depois de morto ainda fala" (Hebreus 11:4).
1. Não há palavras de Abel registradas na Bíblia, mas este homem fala para nós e diz: "Ande pela fé”.
2. As obras dos justos vão segui-los (Apocalipse 14:13).
B. Quando nós confiamos em Deus e Sua Palavra acima de tudo, isso realmente deixa uma impressão duradoura sobre aquilo quem temos de fazer.
1. "Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti" (II Timóteo 1:5).
2. “Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas" (Provérbios 3:5-6).

Conclusão

A. A sua fé te move a sacrificar, mesmo em face do sofrimento?
B. Quando você morrer, a sua fé vai continuar falando com seus filhos e netos, como Abel tem falado através de incontáveis
​​gerações?

Autor: Espirito Santo de Deus.