segunda-feira, 25 de junho de 2012

VOU VIVENDO NA DEPENDÊNCIA DE DEUS EM QUANTO EU VIVER.



“Ainda que ele me mate, nele esperarei; contudo, os meus caminhos defenderei diante dele.” (Jó 13.15).
Viver na dependência de Deus é ter total confiança e esperar o tempo dele agir, na confiança que os pensamentos de Deus a nosso respeito é bom “Porque eu bem sei o pensamento que penso de vós, diz o Senhor; pensamento de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais” (Jr 29.11). A bíblia nos relata que para tudo tem um tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu (Ec 3.1). O tempo pertence a Deus e o cumprimento daquilo que ele fala, temos um grande exemplo de promessa a de Abraão e Sara sua mulher, ela recebeu a virtude de conceber fora da idade; porquanto fiel foi aquele que prometeu (Hb 11.11). Discorreremos sobre como conviver com os problemas sem deixar de esperar no Senhor, viver na dependência de Deus e conformar-se com a vontade dele.
Convivendo com os problemas
Necessariamente devemos aprender a conviver com os problemas que surgem durante o nosso cotidiano. A bíblia enfatiza o exemplo de Jó, e através dele aprendemos a viver na dependência de Deus, provações inesperadas (Jó 3.25), a sua maneira de se conduzir na dependência de Deus nos levam a compreender essa necessidade. Na ótica humana a deplorável situação de Jó seria o suficiente para blasfemar contra o Senhor, mas a sua fidelidade a Ele o levara a receber mais do que havia perdido, é assim que o Senhor faz com quem vive na sua dependência, pois tudo Ele pode (Ef 3:20). Todos nós independentemente de ser religioso ou não sofremos, no entanto todos necessitam de ajuda, que nem sempre as pessoas que nos rodeiam podem fazer.
Vivendo na Dependência de Deus
Raramente as pessoas querem submeter-se a viver na dependência de alguém, muito menos de Deus, porque viver na dependência de Deus requer: Renuncia; submissão e obediência, além de entender a sua soberana vontade. Quando se faz o querer de Deus, como fez Abraão, prefere-se deixar tudo para trás e obedecer a voz de Deus (Gn 12.1-4; Hb 11.8). A melhor maneira de viver na dependência de Deus é entregar-se totalmente em suas mãos e deixar que ele se encarregue de abençoar e realizar todos os projetos independentemente das nossas limitações (Dt 28:12).
Conformar-se com a vontade de Deus
Nem sempre queremos aceitar o querer de Deus porque muitas vezes contrariam os nossos (2 Co 12.9,10), entretanto o desejo de todo ser humano é ficar livre definitivamente de todos os problemas, mas isso é impossível acontecer, não que seja impraticável a Deus, mas porque Ele opera em nós tanto o querer quanto o efetuar (Fp 2.13-15). Levar a cruz como Jesus falou aos discípulos (Lc 9.23), não é uma cruz literalmente, mas toda carga de sofrimentos e de renuncia que enfrentamos na vida cristã, por isso é necessário buscar forças para suportar.
Quando confiamos plenamente em Deus, nos eximimos de certas responsabilidades, pois vivemos na sua dependência, exceto as coisas que é posta para nós fazermos ou que alude somente a nós. “Devemos não apenas viver na dependência de Deus, mas conforma-se com a sua soberana vontade “...para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm 12.2b).
Porque eu bem sei o pensamento que penso de vós, diz o Senhor; pensamento de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais” (Jr 29.11).