terça-feira, 21 de agosto de 2012

Missões - A chamada continua


Missões - A chamada continua


Coincidência ou não, certa noite de inverno de um domingo, em Brasília, meu coração foi tocado duas vezes a orar por missões. Explico. Pela manhã, na Escola Bíblica Dominical, o Pastor falou sobre igrejas brasileiras que estão "comprando meninas prostitutas na Índia". Isso mesmo! COMPRANDO!

Naquele país, jovens adolescentes são vendidas, a partir dos doze anos de idade, por cerca de 100 dólares para os templos pagãos das redondezas, onde são oferecidas para prostituição, orgias e fornicações.

Cientes desse quadro tenebroso, algumas igrejas brasileiras resolveram "adotar" pelo sistema de aquisição, algumas daquelas jovens, como uma maneira de resgatá-las daquele modo de viver promíscuo e das portas do inferno, na própria Terra.

Neste mesmo domingo, à noite, ouvi um Pastor brasileiro e um ucraniano falando sobre a pregação do evangelho na Ucrania. Que desafio!!!

A Ucrania é um país situado no leste europeu, oriundo da queda da ex-URSS. Seu povo é sofrido e carrega a amarga experiência de ter passado por diversas guerras e revoluções. A História registra a participação do povo ucraniano, com bastante sofrimento, na Primeira Guerra Mundial, na Revolução Bolchevista do ano de 1917, na Guerra Civil do ano de 1921, na Segunda Guerra Mundial, no período de 1939-1945, na Perestroika na década de 80 e na queda da cortina de ferro em 1990. Em todos estes períodos morreram quase 20 milhões de pessoas.

Por causa de todo esse passado o povo ucraniano de hoje é cético, frio e calculista. Ao cruzar com alguém e cumprimentá-lo, com uma pergunta do tipo Como vai? , a resposta normalmente é do tipo: Estou vivo. O Pastor Vítor, de Kiev, atribui estas características de personalidade à massificação do comunismo sobre as mentes do povo ucraniano.

Diante desses quadros meu coração foi compugido, novamente, a orar por missões.

Lembrei-me dos meses vividos em Moçambique em que me sentia um "missionário da ONU" e era sustentado, literalmente, pelas orações vindas do Brasil. Era palpável aquele sentimento. A oração do justo pode muito em seus efeitos...

Que tal orar por missões e pelos nossos missionários?

Vidas precisam ser alcançadas, na Ucrania, na Índia, no nordeste do Brasil, na nossa vizinhança e até mesmo no seio de nossa família.

O IDE de Jesus continua de pé.

"Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura". Mc 16:15.


Quem não pode ir, pode orar.