quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O MINISTÉRIO DE LIBERTAÇÃO E CURA INTERIOR

O MINISTÉRIO DE LIBERTAÇÃO E CURA INTERIOR ainda é para a maioria das igrejas um tema bastante polêmico. Temos em nosso coração a intenção de esclarecer à luz do Evangelho do Senhor Jesus Cristo, sobre este importante trabalho que deve ser desenvolvido em todas as igrejas do Senhor, para que a “boa e perfeita obra do Senhor iniciada em nossas vidas, possa ser completada”.

Vamos assim, buscar trazer o máximo de informações possíveis para que você tenha um conhecimento esclarecedor e satisfatório. 

O que é Libertação?

A palavra LIBERTAÇÃO vem do grego “sotero“ e significa “livramento, salvação”.


Em João 10:10, a palavra do Senhor diz que: “ O ladrão (diabo) veio para matar, roubar e destruir”, mas Jesus, o Rei dos Reis, o Senhor dos Senhores, o Alfa, o Omega, o Todo Poderoso, o Majestoso, o Cordeiro de Deus, o Príncipe da Paz, veio para SALVAR, LIBERTAR e RESTAURAR.

As obras de Jesus e do Diabo são obras antagônicas.

JESUS 

DIABO 

SALVAR

LIBERTAR

RESTAURAR 

MATAR

ROUBAR

DESTRUIR 

O objetivo de satanás na terra é o de matar, roubar e destruir as pessoas. Ele é perspicaz, inteligente, conhecedor da Palavra de Deus, usa e usará de todas as estratégias malignas para impedir que as pessoas sejam salvas, libertas e restauradas. 

No livro “A Batalha Final” o autor Rick Joyner relata de uma maneira clara e ao mesmo tempo assustadora, sobre a revelação que ele recebeu sobre como o exército de satanás e suas hostes malignas atuam, principalmente sobre o povo de Deus, e não há como contestar a seguinte realidade:

ORGULHO, RETIDÃO PRÓPRIA, AMBIÇÃO PESSOAL,
JULGAMENTO INJUSTO, INVEJA, TRAIÇÃO, ACUSAÇÃO, FOFOCA,
CALÚNIA, CRÍTICA, REJEIÇÃO, AMARGURA, IMPACIÊNCIA,
FALTA DE PERDÃO, COBIÇA DEPRESSÃO, ETC.

São bandeiras levantadas pelas hordas do inferno
e não levantadas por Deus. 

Compreendendo as realidades espirituais

INTRODUÇÃO

A Palavra de Deus nos diz em I Jo 5:19 “o mundo inteiro está no maligno” (versão Thompson). Sabemos que paralelo ao mundo físico que vemos e apalpamos existe o mundo espiritual, que rege o físico, e que as coisas antes de acontecerem no mundo físico acontecem primeiramente no espiritual. Quando entendemos essa realidade, torna-se mais fácil compreender determinadas situações que ocorrem no mundo e porque João faz essa afirmativa tão assustadora; “o mundo inteiro está no maligno”.

Antes de me converter, muitas vezes dormi chorando porque haviam as guerras, as destruições, a fome, as mortes. E eu sempre perguntava: Onde está Deus que não vê nada disso? Porque Ele não faz alguma coisa? Porque o mundo não tem paz? Se Ele que pode não faz nada, então eu não preciso de Deus.

Hoje, à medida em que fui e estou conhecendo a Palavra de Deus, entendo porque “o mundo inteiro está no maligno”.

Uma vez que vivemos ainda nesse mundo, o que precisamos, é saber guerrear continuamente contra as opressões, depressões, possessões, maldições, e tantas outras coisas que satanás tenta armar contra o povo de Deus.

Todos os dias convivemos com essas realidades espirituais em nossa cidade, no bairro, na rua, nos lares. Daí a necessidade de fazer um mapeamento do bairro, ungir a rua, as casas, começar a reunião com batalha espiritual; porque estão todos à postos, armados até os dentes, e prontos para atacar e trazer confusão para a célula. Não se vence uma batalha espiritual apenas se revestindo com a armadura e empunhando a espada. É preciso conhecer o inimigo, suas estratégias e seu arsenal, para contra-atacarmos com armas mais poderosas e no nome de Jesus lançar todos por terra.

Agora, vamos entender como eles agem:

OPRESSÃO

A palavra opressão no dicionário português significa: sobrecarregar com peso, apertar, comprimir, pressão que esmaga, sufoca. Podemos ver e sentir os reflexos da opressão por toda parte, porque essa é a função dos demônios, oprimir a humanidade. A opressão é um nível de ação satânica a qual todos estamos sujeitos – cristãos e não-cristãos, em graus de intensidade diferentes. Vários personagens bíblicos passaram por opressão demoníaca.

1. Adão e Eva (Gn. 3:17)

2. O Povo de Israel ( Ex. 3:9)

3. Saul (I Sam 16:14-15)

4. O Sumo Sacerdote Josué (Zc. 3:1)

5. Pedro (Mt. 16: 21-23)

6. Jesus ( Mt. 4:1-11)

7. Judas (Jo 13:2)

8. Paulo ( II Co 12:7-10 / I Tess. 2:18)

9. Ananias e safira (At. 5:1-11)

10. Jó (Jó 1)

Não podemos ser afligidos pela opressão e desanimar. Temos que enfrentá-la e não descansar enquanto ela não cair por terra. A opressão não combatida, abre portas para a depressão e em muitos casos para a possessão demoníaca.

É preciso combater o problema na base, e várias situações são a base para que a opressão se instale:

1. Pecado – Quanto maior, maiores as opressões

2. A vontade do inimigo – Quanto mais frutificamos para o Reino de Deus, mais ataques o inimigo investirá contra nós. São os “dias maus”.

3. Descuido da Batalha – Não temos que Ter medo do inimigo, mas também não podemos ser negligentes com a vigilância. A oração de intercessão diária é fundamental.

4. A Vontade de Deus – Às vezes Deus permite passarmos por opressões do inimigo para nos provar e para forjar o caráter de cristo em nós.

A opressão pode se manifestar de 3 maneiras: no corpo, na alma (mente) e nas circunstâncias.

NO CORPO:

1. Doenças e distúrbios orgânicos: dor de cabeça, falta de ar, dor na coluna, enjôo, pontadas no corpo, sonolência, insônia, inchaço do corpo ou da cabeça, desmaios, convulsões, etc.

Entretanto, antes de afirmar que é opressão, é preciso verificar alguns aspectos importantes:

a) verificar como a enfermidade se originou;

b) se a pessoa já foi ao médico e há um diagnóstico;

c) se a atuação e a dor são constantes e inexplicáveis;

d) qual o nível de contato da pessoa com o ocultismo;

e) se alguém na família sofre a mesma enfermidade (hereditariedade);

f) se alguém lançou alguma praga e em seguida a enfermidade originou;

g) como foi o passado da pessoas, se há feridas;

h) se a pessoa guarda mágoas profundas

2. Ataques violentos sobre o corpo, com queimações vinda da planta dos pés até a cabeça, com suores, tonteiras e dores na cabeça.

3. Fortes compulsões para as obras da carne. Há uma ação específica de demônios por detrás de cada obra da carne.

NA ALMA (MENTE):

A mente é o maior campo de batalha entre o homem e satanás. As forças malignas tentam se aproximar o máximo de nossa mente, lançando setas para alterar nossas emoções e personalidade e tentar determinar o que devemos sentir, pensar, ser e agir. Com isso, eles tentam controlar nossa vontade própria, substituindo-as pelas deles.

NAS CIRCUNSTÂNCIAS:

Os demônios agem nos acontecimentos que nos cercam no dia-a-dia: problemas familiares, financeiros, perseguições, amarras em geral ( o dia não rende, as coisas não acontecem e você não produz nada ) enfermidades. Tentam com isso nos abalar psicologicamente e enfraquecer nossa comunhão com Deus através desse tipo de opressão. A opressão, tanto no corpo como na alma e nas circunstâncias, se não for combatida, leva a pessoa à depressão.

DEPRESSÃO

A depressão é um domínio um pouco mais acentuado que a opressão, pois as forças da pessoa são minadas a tal ponto que ela começa a se entregar ao desânimo e apatia. A pessoa não quer conversar e ver ninguém ( normalmente o depressivo tem tendência a ficar sozinho num local escuro – induzido pelas forças malignas). Normalmente se não tratado, a depressão leva ao suicídio.

POSSESSÃO

A possessão demoníaca se dá quando um ou mais demônios se apossam e permanecem no corpo de uma pessoa, assumindo total controle da mente e do corpo. Nesse caso, a personalidade fica totalmente escravizada. É uma situação muito lamentável de se ver.

A possessão demoníaca causa mudanças na pessoa como:

1. MUDANÇA DE PERSONALIDADE: Catatonia; Violência e acesso de fúria; Subir em árvores como animal; Choros; Bramidos; Cuspe; Gritos e berros; Tosse; Tremedeiras; Latidos; Rastejar como cobra; Zombaria e Orgulho.

2. MUDANÇA FÍSICA: Afeta a voz; Babas; Sintomas epilépticos; Olhos vidrados e parados

3. MUDANÇA MENTAL: Capacidade anormal – telepatia, levitação, premonição, línguas desconhecidas (xenoglosia – muito parecido com a língua dos anjos).

4. MUDANÇA ESPIRITUAL: reage com violência à confissão da Palavra, Louvor, Oração.

Como saber se uma pessoa está sofrendo influências demoníacas? ( opressão, depressão, possessão etc. ):

NO ASPECTO ESPIRITUAL:

1. Oposição ao Evangelho

2. Fechado à ação do Espírito

3. Descrença absoluta

4. Dureza de coração

5. Falta de paz interior

6. Farisaísmo religioso

7. Fanatismo

8. Superstição

9. Idolatria

10. Mediunidade

NO ASPECTO PSICOLÓGICO:

1. Nervosismo

2. Medo

3. Insônia

4. Desejo de suicídio

5. Abrasamento sexual

6. Desequilíbrio emocional

7. Depressão

8. Ressentimento

9. Ódio

10. Mágoa

11. Mania de perseguição

12. Ira

13. Mau humor constante e repentino

14. Comportamento irracional

15. Más ações contínuas

16. Hábitos escravizadores (vícios)

17. Compulsões

18. Sonhos e pesadelos horríveis repetidos

19. Doenças psíquicas

20. Desejo compulsivo de amaldiçoar

21. Repulsa contra a Bíblia

22. Sentir-se perturbado

23. Dúvidas aterradoras sobre a salvação

24. Adivinhação

NO ASPECTO FÍSICO:

1. Dores de cabeça constante

2. Desmaios e convulsões

3. Problemas no útero e ovários

4. Problemas nos rins e vias urinárias

5. Pontadas no corpo

6. Falta de ar

7. Dor e Peso na coluna

8. Enjôo

9. Sonolência

10. Insônia

11. Inchaço do corpo 

12. Inchaço na cabeça

13. Alergias

14. Dores no estômago

15. Falta de apetite constante

16. Apetite mórbido

17. Gosto excessivo por doces

18. Estafa

19. Dores no ouvido

20. Enfermidade sem diagnóstico médico

Como ajudar e orientar uma pessoa que se encontra nessa situação em sua célula ou igreja?

1. É necessário que a pessoa se conscientize de que está cativa dos demônios e queira ser liberta de verdade e não apenas ficar momentaneamente livre do problema.

2. Arrependimento genuíno da prática do pecado

3. Renunciar aos pecados definitivamente

4. Ser humilde e reconhecer a total dependência de Deus

5. Estar disposta a perdoar ( lembrar que aquele que não perdoa será lançado aos atormentadores )

Essas são algumas das realidades espirituais que lidaremos e lidamos no dia-a-dia em nossa Igreja e nas Células. É preciso ter conhecimento, mas acima de tudo é preciso buscar em Deus uma vida de santificação para que não venhamos a passar por situações semelhantes, lembrando sempre que temos uma carreira a trilhar proposta pelo Senhor e um alvo a atingir, que é a estatura de varões e varoas perfeitos. Portanto, caminhemos sem medo porque o reino de satanás e grande, mas o do Senhor é MAIOR.

Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. (Mateus 10:8)

Grande tem sido o crescimento de seitas satânica na Venezuela. Muitas delas, em demonstração de poder, fazem com que pessoas sejam possuídas por demônios em plena rua, diante de populares. Com isso nos surge uma pergunta, a qual, já algum tem por não quer se calar: ONDE ESTÁ A IGREJA DE CRISTO? 

Durante alguns milênios, o homem desejou a presença de Deus. Segundo o que a bíblia assim nos ensina, vários foram os período que o Senhor Deus enviou homens santos aos povos, com o intuito de que o homem tivesse a presença de Deus com ele. Passado alguns anos na história bíblica, encontramos o cumprimento de muitas profecias quanto o nascimento de Jesus e da Salvação da humanidade, por seu sangue derramado na cruz.

Ao ascender aos céus, Jesus ordenou que a igreja saísse pelo mundo, não a abrir, ou a construir templos suntuosos, mas sim, a pregar o seu evangelho a toda criatura.

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos 16:15)

Ao olharmos o estado caótico em que o mundo vive, podemos afirma sem medo de errar, que a igreja não vem cumprindo o que o seu Grande Mestre, a saber, Jesus, lhe ordenou. A pregação do evangelho trás harmonia a humanidade, leva o amor ao coração rancoroso, e paz de espírito ao perdido.

No Brasil, infelizmente, encontramos uma igreja amante de si mesma. Uma igreja corrupta, que se preocupa mais com seu engodo do que na realidade com a salvação dos perdidos. Encontramos membros de igrejas abandonados a sua míngua. Membros este que seus pastores não os conhecem. Nunca foram em suas casas para saber como os mesmos tem passado. Se porventura estão passando necessidades, se há pessoas doentes entre outros. No entanto, com a desculpa esfarrapada de que não tem tempo devido a chamada “obra” de Deus, podemos encontra-los em seus tour por países, estados de suas federações, onde alegando estarem pregando o evangelho, vivem como verdadeiros mercenários arrancando o último “suspiro” de vida daquele que nada tem.

Porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica, Crescente para Galácia, Tito para Dalmácia. (2 Timóteo 4:10)

Quando fazemos uma analise profunda do verdadeiro estado da igreja de Cristo atual, encontramos verdadeiros mendigos espirituais. Pessoas que já estão mortas por dentro, e não conseguem enxergar isso. São como verdadeiros sepulcros caiados, roupas bonitas por fora, mas cheio de podridão por dentro. Não são pessoas de orações, jejuns ou leituras diárias da bíblia. E quando se dizem leitores assíduos, são apenas de um ou dois versículos. Não conseguem levantar pelas madrugadas para orarem, mais vivem como mendigos espirituais, a pedir orações aos chamados vasos de Deus, ou a ir de “campanhas” a “campanhas” de orações, não na busca do dono da oração, mas na busca de pessoas que sejam usadas por Deus com intuito de sugar ao máximo aquilo que eles mesmos poderiam adquirir se assim o quisessem.