terça-feira, 23 de outubro de 2012

“Lugares altos”



“Lugares altos”
"Deus proverá para si o cordeiro meu filho. Assim caminharam ambos juntos!

Gn 22:8

Deus cumpre as suas promessas.

Esta é uma verdade universal. Todos que conhecem a Deus atestam que isso é um fato; e contra fatos não há argumentos.

O termo “lugares altos” no contexto do AT é mencionado como lugar de adoração. Vemos vários personagens Bíblicos participando ou fazendo história nos “lugares altos”. Não é de se admirar que o Senhor falava aos grandes homens do passado nos “lugares altos”. Talvez o Senhor colocasse isso como uma exigência para tornar mais valoroso o momento do encontro. A Bíblia não nos dá substância para afirmar a razão do encontro nos montes, mas, uma coisa é certa, foi nesses momentos de encontro nos montes que surgiram todas diretrizes para a condução do povo Israel e a base para as leis de todas as constituições vigentes no planeta.

Os “lugares altos” representavam lugar de adoração, lugar de intimidade, lugar de acerto de contas com o Senhor, lugar de revelação, de aprendizado. Deus usava esses lugares para falar face a face com o homem.

Temos exemplos de sobra para consubstanciar o argumento de que, “lugares altos” é o lugar do encontro com Deus.

Noé adorou ao Senhor no monte Ararate (Gn 8:20); Abrão recebe ás promessas de Deus no alto do monte Moriá (Gn 12:8 - Gn 22: 8); é lá também que Jesus foi crucificado séculos depois (Lc 23: 33); assim foi com o profeta Elias ao desafiar os profetas de baal ao subirem no monte Carmelo (I Rs 18: 19); Davi em seus Salmos faz centenas de citações sobre o “Monte Santo do Senhor”. Salmos 2: 6, onde já se falava do momento da crucificação do Senhor, e outros: (Sl 24:3 – 99: 9 – 43: 3 – Jl 2: 1, e muito mais...).

Com o passar do tempo, o “subir” a lugares altos para falar com Deus foi perdendo sentido e caiu no esquecimento.

Trazendo para os nossos dias, para nossa realidade; temos feito a mesma coisa só que, de maneira diferente.

Vamos á aplicação:

  • Temos subido aos lugares altos para ouvir Deus falar?
Em outras palavras quero dizer que:

Temos tirado um tempo para nos relacionarmos com o Senhor através da oração, intimidade, litura da palavra, meditação, um mergulho em Seu Espírito?

  • Temos subido a montes específicos?
Ou seja, temos objetivos específicos diante Deus? Temos orado por alguém, para que esse alguém chegue ao conhecimento do amor do Senhor?
 
  • Temos feito como Abraão?
Subido ao monte da obediência?

Da decisão?

Da promessa?

Da provisão?

Cada passo que damos, cada decisão que tomamos, temos de estar convíctos que Deus esta nos orientando, nos direcionando.

Nossas decisões e ações têm de vir como frutos de um relacionamento com o Senhor, esse relacionamento só será possível se subirmos aos lugares altos de Deus. Seu trono é o lugar de onde é administrado todo o universo. Deus esta no controle absoluto de tudo.

Quando subimos em Seu Santo monte, entramos em sua presença, e Sua presença é algo fundamental para a vida.

Deus ao concluir em Jesus seu soberano plano de salvação, o concluiu no alto de um monte (Gólgota). Foi lá que o Senhor Jesus deu seu brado de vitória sobre o pecado, a morte e o inferno.

Estar em lugares altos sempre será o lugar onde nada nos atinge. É lá onde estaremos seguros, é de lá que virá nossa provisão.