sábado, 6 de outubro de 2012

Religião É Um Barco Furado


"Espere aí, que negócio é esse? O que é que esse crente quer dizer com isso?"

A religião, meu amigo, tem levado muitas pessoas não para o céu, mas para o inferno. Não importa se você está achando esta palavra muito dura; a realidade é que isto é a pura verdade, senão vejamos os fatos:

Sempre ouvimos de muitas pessoas a afirmação de que "o homem precisa de uma religião" ou "toda religião é boa, desde que se fale em Deus", e coisas desse tipo. A maioria dos homens e mulheres vive, direta ou indiretamente, presa a uma religião e procura sempre acomodar-se na mesma como tábua ou "barca da salvação".

Pelo que vemos, todo mundo tem religião. A verdade é que o homem é religioso por natureza. Mas também devemos acrescentar outra verdade: o diabo também é religioso, e mantém as pessoas escravizadas à religiosidade e ao pecado. Certamente você deve conhecer pessoas que vivem com o "terço" na mão, os lábios balbuciando, constantemente na igreja rezando, e com a língua maior que um trem. Religiosidade sempre leva à hipocrisia.

Mas o que diz a Bíblia sobre religião? Bom, primeiramente, temos que saber que a Bíblia (que é a Palavra de Deus) não tem "plano de religião" para o ser humano. Jesus nos diz que é "o caminho, a verdade, e a vida" (João 14.6). Ele poderia ter dito: "Eu sou a religião", mas não disse isto.

Jesus também nos diz: "Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância" (João 10.10). Ele poderia ter dito: "Eu vim para tenham religião", mas também não disse isto.

A palavra "religião" no Novo Testamento, originariamente escrito em grego, é treskeia, conforme citação em Tiago 1.27 e Atos 26.5. E olhe que Tiago estava combatendo o falso aspecto externo de "cultos", em detrimento de uma adoração verdadeira a Deus. E por força da versão da Vulgata, usou-se a palavra religio em latim, e em português, religião.

Quando fazemos uma pesquisa apurada e histórica sobre "Religião", a mesma está associada ao MEDO, à INSEGURANÇA, e às SUPERSTIÇÕES.

Por isso, podemos afirmar que RELIGIÃO não expressa o conteúdo da fé cristã. Por essa e por outras razões, é que demos o título desta mensagem "RELIGIÃO É UM BARCO FURADO". Por isso, não entre nessa furada!

Milhões de pessoas no nosso país "têm religião", mas não têm a experiência pessoal da salvação (elas até nos dizem que nós não podemos afirmar que somos salvos, e usam sempre a conhecida expressão - "se Deus quiser"). A religião tem sido uma embromação ou embrulhação. As pessoas se escondem na "religião" e vão vivendo a "vidinha" de qualquer jeito, sem nenhum compromisso com Deus.

Milhões de pessoas no nosso país "têm religião", mas não têm Jesus Cristo como Salvador pessoal, numa singular experiência de salvação, ou encontro com Deus.

Agora perguntamos a você, amigo: o que fará a sua "religião" na hora de sua morte? Sua religião é daquelas que dizem: "quando eu morrer não sei para onde irei"? Ou sua "religião" é daquelas que dizem: "eu não posso afirmar que estou salvo"?

Se a sua situação é essa, você apenas está confirmando que "religião é um barco furado". Ou seja, você está se afundando cada vez mais e não sabe onde se segurar. Você precisa de alguém para lhe socorrer, para lhe salvar do naufrágio moral e espiritual, e esse alguém é JESUS. Ele ama você e quer lhe fazer salvo, seguro e feliz.

Note bem este detalhe: jamais falamos de religião ou de igreja às pessoas que nos ouvem, mas somente de JESUS (o Jesus da Bíblia). Saiba que quando Ele esteve pessoalmente aqui nesta terra, os que mais combateram e resistiram a Ele foram exatamente os religiosos (fariseus, saduceus, herodianos, essênios, etc.). JESUS não está querendo fazer-nos religiosos, mas OBEDIENTES, CONTENTES, SATISFEITOS, RAÇA ELEITA, SEPARADOS PARA DEUS.

E ainda há vaga para muita gente.