quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Yahweh-Asher-Yahweh, "Ele trouxe à existência tudo o que existe..."


Meu pequeno irmão...

Se temos todos um mesmo Pai, e temos todos um mesmo Deus, somos filhos de alguém queira seja nossa vontade ou não, todos nós que estamos vivos sendo crentes ou não em Jesus, dependemos de Deus para viver e Ele ama a todos igualmente e ninguém nasce salvo ou condenado. Eu vejo que você defende a "teoria" calvinista, sabe o que fez João Calvino? Ele defendia os da classe mais rica, não vou dizer que ele não era um vaso nas mãos do Senhor, mas não devemos observar doutrinas de homens, por que tudo já está escrito na palavra.

O homem já nasce condenado a morte isso todos sabem, já nasce destinado a morte, mas Deus mesmo desde que nascemos já coloca em nossa consciência que Existe algo maior que nós, que é nosso Pai, e sempre mesmo que não queiramos vamos ser conscientes da existência do Nosso Pai.

E todos sabemos também que a única maneira de sermos libertos dessa maldição é crendo em Jesus como o Filho de Deus e termos fé nas suas obras, isso está aberto a qualquer um, por que Jesus morreu por todos e não só por alguns.

Para você ver até os demônios são chamados de filhos de Deus, quer eles queiram ou não, eles estão sob o controle do Senhor, eles podem ser rebeldes e estar julgados, mas estão sob controle, e nada fazem sem que Deus permita.

Jesus quer salvar a todos, e principalmente os que estão presos e perdidos... imagina se você chegar num presídio e dizer: vocês não são filhos de Deus, vocês não tem um Pai, e vocês estão condenados.
Acho que isso não seria conveniente não é?

Você tem que tratar todos como amor e carinho, como se fosse você mesmo, amar a todos igualmente, e não discriminar as pessoas pelo que elas são, mas respeitar a aparência de cada um, por que todos são filhos de um mesmo Pai que ama a todos.

Como diz a Palavra: que Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

A Palavra diz que TODO AQUELE QUE CRÊ, pra tentar te explicar quando estamos no mundo nosso pai é assim: pai.

Mas quando cremos em Jesus como filho do Deus Eterno passamos a ser filho de um paizão... assim: Pai, por que passamos a reconhecê-lo como Pai verdadeiro, não que o Senhor nos despreze e trata a todos nós como um "pai" mas nós que o tratamos como um pai, quando na verdade Ele quer se revelar como um "PAI" dedicado e carinhoso que ouve a todos em qualquer lugar.

Da mesma maneira disse Jesus, que se nós que somos maus sabemos dar o que é bom aos nossos filhos, quanto mais nosso Pai que está nos céus não dará aquilo que pedirmos, não existe como discriminar ninguém perante o Senhor por que todos somos iguais e pecadores, e por isso somos dependentes de Jesus para nos justificar por que jamais poderemos por nós mesmos sermos limpos e puros como Ele É.

O que diz sobre os eleitos e os escolhidos de Deus e sobre sermos chamados de filhos de Deus e co-herdeiros juntamente com Jesus, não quer dizer que antes já não éramos filhos, isso quer dizer que antes não reconhecíamos isso, mas como diz a palavra, após crermos em Jesus, passamos a ter consciência da nossa situação a reconhecemos a Deus como Nosso Pai e a chamá-Lo assim, como mais clareza de pensamento, o próprio Espírito testemunha disso para todos que creem, o Espírito testifica pela criação que Deus é Nosso Pai.

Nós somos todos iguais para Deus como filhos, mas muitos não reconhecem e não podem chamá-Lo de Pai, por que não tem consciência disso, mas Deus sempre será Pai de todos e todos serão filhos quer reconheçam isso ou não.

A Paz do Senhor!!!