domingo, 28 de abril de 2013

Sou o Jardim do Senhor...



“... e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam.” (Isaías 58:11)
Você gosta de jardins? Todos nós achamos lindo um jardim bem cuidado, não é verdade? Gostamos do cheiro das flores, do colorido que elas têm, da delicadeza das suas pétalas, do barulho dos pássaros, alvoroçados, batendo asas ao redor dos canteiros. Que lindo!
Um jardim é um espaço planejado, normalmente ao ar livre, para a exibição, cultivação e apreciação de plantas, flores e animais. E vamos ver uma curiosidade: A palavra JARDIM vem do hebreu e refere-se a proteger, defender.
Você sabe quando surgiu primeiro jardim na Terra?
O primeiro jardineiro na terra foi Deus. Em Gênesis 1, vamos encontrar todo o processo de plantio do primeiro jardim que foi criado no mundo: o Jardim do Éden. Vamos ver que o Senhor criou todas as condições para que esse Jardim fosse lindo. Quanto cuidado Ele teve! Criou a luz, pois nenhuma planta sobrevive sem o calor do sol; trouxe a chuva, porque elas precisam de água. E depois de tudo pronto, Ele criou o homem e o colocou nesse Jardim tão cuidadosamente criado.
Esse Jardim era o ponto de encontro de Deus com a Sua criação. Na viração do dia, o Senhor vinha para ter um momento de comunhão com Seus filhos.
Porém, um dia, esse Jardim tão lindo recebeu uma visita má. Ninguém a viu entrar, mas a serpente estava ali. E, com muita conversa, levou Eva a comer do fruto da árvore do bem e do mal, que Deus havia dito que não deveriam comer, e convenceu também Adão de fazer o mesmo. Por causa disso, o homem foi expulso do Jardim que havia sido criado só para ele.
O que nós podemos aprender com isso? Que se não vigiarmos, mesmo o lugar mais bem guardado pode ser visitado pelo mal.
Nós também somos um jardim. No livro de Isaías, capítulo 58:11, o Senhor diz que nós seremos para Ele como um jardim fechado, regado e cuidado por Ele mesmo.
Que tipo de jardim nós somos? Como estamos cuidando desse jardim? Esses dias, vamos estudar um pouco sobre como devemos cuidar desse jardim que nós somos, para que as serpentes não entrem e que não destruam todas as flores da nossa vida, amém?