domingo, 16 de junho de 2013

Competência começa em como se sentir competente...



Você é bom naquilo que faz? 

Submete-se a testes periódicos ou a alguma outra forma de avaliação do seu desempenho? 

- Deve existir uma maneira objetiva de saber se você realiza bem sua função e, portanto, se deve se considerar uma pessoa feliz e de sucesso...

Constatou-se que as pessoas que não se consideram boas no que fazem – que não se acham capazes de ter sucesso ou de conquistar cargos de liderança – continuam com essa visão negativa, mesmo que se tornem bem-sucedidas. Sua insegurança e suas próprias dúvidas fazem com que se sintam fracassadas. Então, não espere pela próxima avaliação para melhorar o julgamento sobre você, porque sentimentos não se baseiam em fatos – e só as pessoas que se sentem competentes podem de fato ter o desempenho que as levará ao sucesso. O Espírito Santo pode fazer este papel em sua vida – se você o permitir...

Para a maioria das pessoas, o primeiro passo para melhorar o desempenho, quer seja no trabalho ou no relacionamento pessoal, não tem nada a ver com o trabalho em si, ou com o seu relacionamento, mas sim em como elas se sentem em relação a si mesmas. Na verdade, para oito entre dez pessoas, a autoimagem conta mais para medir seu desempenho profissional do que o próprio desempenho profissional. Por exemplo, o seu testemunho de vida - em pleno vigor nas coisas de Deus, por si só demonstrará todo o sucesso e felicidade que irão contagiar a todos...!


Deus Abençoe a Todos...!!!