domingo, 25 de agosto de 2013

REFLITA E APRENDA:COMPETÊNCIAS EMOCIONAIS E SOCIAIS QUE FAZEM A DIFERENÇA.


Dez atitudes diante da vida e de si mesmo que podem alcançar o seu sucesso pessoal e profissional.Nossos resultados vêm/dependem:- 10% das nossas habilidades- 20% dos nossos conhecimentos- 70% das nossas atitudes.Dominar o estado da arte numa especialidade, num ninho de mercado é condição essencial de empresarialidade, a nova palavra que substitui empregabilidade, que nem entrou no dicionário.Habilidades técnicas são condições necessárias, porém não suficientes. 

Você pode ser perito e ainda assim fracassar. O que realmente faz a diferença são as competências emocionais e sociais.Mais de dois terços das competências dos vencedores - pessoas com desempenho brilhante - vêm das atitudes ligadas à gestão das emoções e dos relacionamentos.Atitude é predisposição, é hábito de pensamento, é a forma como você encara a vida e a si mesmo. 

A seguir, dez reflexões importantes para uma vida saudável e bem-sucedida. Ao tomar contato com cada uma delas, faça um balanço de quanto você a tem praticado em sua vida cotidiana e do quanto ainda precisa investir e progredir. 

1 - Gerencie seus relacionamentos ou submeta-se à rejeição. Gerenciar relacionamentos é considerado a principal competência nesta virada de século, logo após o impulso para melhorar.

A competência interpessoal de relacionamentos nos faz aprender a construir vínculos mais profundos e produtivos, e faremos isso quando formos mais empáticos, mais humildes e mais generosos. Ao contrário, estaremos condenados a gerir nossa própria solidão. Cultive relacionamentos. Esteja verdadeiramente interessado em ajudar as pessoas. Se você ligar para as pessoas, elas vão ligar para você. 
Ou então, você terá que contar unicamente com seus próprios esforços. 

2 - Tenha poucos e bons objetivos ou siga a correnteza. Somos movidos por objetivos valiosos e significativos que concretizam nossos sonhos. 

E o que seria a vida sem sonhos? Sonhar é essencial, tanto quanto instrumentalizar nossos sonhos com um plano de ação específico e mensurável. Pense alto, alto e ainda mais alto. 
Se você não tiver certeza de onde ir, por melhor que seja o caminho, ele não será o seu caminho.Concentre-se: tenha tempo de qualidade em vez de tempo fragmentado. Direcione-se a poucas coisas que produzem resultados significativos. Faça o que fizer, faça bem feito, ou fique com a sensação de produzir muito esforço e pouco resultado. 

3 - Transforme o universo, ou seja, apenas mais um observador. Líder que é líder não se conforma com a mesmice: é um transgressor do convencional. É aquele que busca uma nova ordem das coisas. Nos cabe, assim, decidir pertencer ao grupo dos que fazem a diferença ou dos que preferem habitar a mediocridade, lugar comum para aqueles que se acomodam na zona de conforto.

4 - Seja dono das próprias emoções ou escravo da própria impulsividade. Quando você conhece suas próprias forças e limitações e, dentre elas, aquelas que causam comportamentos hostis ou agressivos quando você se sente contrariado e começa a construir relacionamentos mais produtivos e duradouros. Do contrário, ao fazer o que dá vontade você corre o risco de ofender os outros, se torna escravo da própria imaturidade, viver com remorso e arrependimento, afastar as pessoas e acumular desgastes e estresse.

5 - Aprenda a aprender ou embruteça na própria ignorância. Aprender é mais do que uma habilidade é uma atitude. É estar aberto ao novo, aos ventos da mudança. Mas só aceite mudanças que respeitem seus valores e seus objetivos centrais. Aprendizado é descoberta, e exige abertura, flexibilidade e humildade. Seja curioso e pergunte sempre. Pergunta ruim é aquela que não é feita.

6 - Prefira ações nutrientes em vez de tóxicas. Há os que têm mentalidade da abundância. São pessoas que detectam oportunidades por onde passam. São pessoas que vêem nos erros oportunidades de progresso. Ao contrário, há aqueles que têm mentalidade da escassez: "tudo vai dar errado". Culpados são os outros. Têm dificuldade de encarar a própria rigidez. Pessoas tóxicas contaminam tudo por onde passam. Fique longe delas.

7 - Compreenda para ser compreendido ou morra no ostracismo. Ligue-se nos interesses das pessoas, procure entendê-las e aceitá-las como são. Pergunte e ouça com atenção. Se você for simpático, as pessoas também buscarão entender você. Seu maior patrimônio não é composto por bens materiais, mas pela quantidade e pela qualidade dos relacionamentos (networking) que você possui.

8 - Adote a "Ética do Prazer" em vez da "Ética do Dever". O homem fez do trabalho um sacrifício e do amor um pecado. Sabendo disso, passe toda a sua vida com gratidão e harmonia. Passe a amar a vida, passe a agradecer a Deus por estarmos vivos todas as manhãs. Respire fundo, energize-se e vá à luta confiante de que você tem muito a contribuir. Relaxe e curta a vida. Sorria. Esqueça as coisas pequenas e abrace causas grandiosas.

9 - Seja amigo da verdade e afaste-se dos que levam vantagem em tudo. Valores sadios como honestidade, honra, dignidade e respeito fazem bem para a alma. Conquiste seus objetivos e curta seu sucesso sempre observando um conjunto de princípios e crenças que norteiam sua conduta. Você pode escapar do julgamento dos homens, mas não escapa do julgamento de Deus e de sua própria consciência. Como você vê, ser correto vale a pena. 

10 - Acredite no seu valor em vez de agir tentando provar seu valor. Você age segundo a sua auto-imagem. Se você se vê como um vencedor, você age como um vencedor. Se você se acha um fracassado, age como fracassado. Abomine viver sobre o vício de aprovação, se falsificando para ser aceito. Ao contrário, fortaleça suas potencialidades, suas virtudes e suas habilidades. Invista nos seus pontos fortes. Acredite que você pode: pense alto, alto e ainda mais alto.