quinta-feira, 19 de setembro de 2013

SANTOS? OU JULGADORES?...O QUE ESTOU SENDO? FAZENDO?


SANTIDADE; talvez seja um dos assuntos mais falado e comentado nas igrejas hoje, mas o que santidade? Será que santidade se resumi no gesto de se vestir com roupas longas, não cortar o cabelo, não se pintar? Poderia até ser? 

AS PESSOAS AMAM MAIS? ASSIM FOFOCAM MENOS? PORFIA MENOS? MENTEM MENOS? CALUNIÃO MENOS?, mas vejo a luz das sagradas escrituras que santidade esta além, muito mais além de tais coisas. Se vestir diferente não nos torna melhores ou piores que os outros.Santidade na verdade seria uma renuncia, um abandono, uma busca pela verdade que liberta o homem do seu eu, Jesus diz: Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.

Não são do mundo, como eu do mundo não sou.Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.João 17:15-18. E é exatamente essa santidade que devemos procurar.Não uma santidade fingida onde surgem fariseus condenando as pessoas por não serem iguais a eles, e colocando um jugo insuportável, nem muito menos uma santidade de meio termo, onde é mostrada na Igreja e não em outros lugares.Falo de uma santidade que vem em uma nova formação de vida,Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;2 Coríntios 5:17-18, onde o homem passa a ser uma nova criatura, onde o amor, respeito e verdade passam a serem suas palavras, onde a paz passa a ser o seu objetivo, onde o respeito pela outras opiniões seja visível em sua vida,Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.Contra estas coisas não há lei.E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.

Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.Gálatas 5:22-26...Pena que muitos não sabem o que é isso. Se for liberal exagerado mundano se controle, critica os radicais, se for radical fariseu nem vai para o Céu e quer impedir outros, critica os liberais, aí eu pergunto, onde esta os ensinos de cristo de suportar uns aos outros? para os dois extremos Jesus diz:Não julgueis, para que não sejais julgados.Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.

E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.Mateus 7:1-5. Por isso sejamos Santos e não julgadores do certo e do errado. 

Temos que nos lembrar que quem vai julgar o homem, é a própria Palavra, E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo.Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.João 12:47-48.