sábado, 19 de abril de 2014

O Profeta Enoque ...


Em meio um tempo de completa devassidão existiu um homem chamado Enoque filho de Jarede e pai de Matusalém. Gn 5:18-21 Opondo-se as atitudes dos seus contemporâneos obteve bom testemunho porque tinha uma intima comunhão com Deus, enquanto as pessoas estavam ocupadas com as suas atividades, uns pastoreando ovelhas no campo, uns cultivando plantações, uns mercantilizando, Enoque estava face a face com Deus, obviamente tinha as suas funções como os demais, no entanto, passava o dia todo conversando com Deus, tonou-se amigo de Deus. Diferente de Enoque, quando as pessoas terminavam as suas atividades cotidianas era comum elas se reunirem e fazerem grandes banquetes em suas casas, nessas celebrações pagãs havia muitas coisas abomináveis aos olhos de Deus, porém, Enoque por conhecer a vontade de Deus se desviava de todas essas coisas. Então, por Deus ver que essa geração era má e perversa decidiu fazer juízo contra todos que andavam na pratica da iniquidade derramando sobre eles o grande cálice do diluvio. No entanto, Deus com a sua infinita bondade e rica misericórdia propôs no seu coração um período de tempo específico para que as pessoas se arrependessem dos seus pecados. Então, Deus levantou Enoque como voz profética para que aquele povo ouvisse a mensagem do arrependimento e mudassem a sua conduta, porém Enoque sabia que a missão que o Senhor lhe tinha outorgado era muito difícil, porque ele conhecia as práticas pecaminosas do povo, eles eram murmuradores (reclamavam de tudo, não sabiam ser servos uns dos outros, pelo contrario sempre queriam tirar proveito das situações, enganando com mentiras planejadas para prejudicar o seu próximo), queixosos (eram ressentidos, se magoavam com facilidade, eram muito melindrosos, andando segundo as suas concupiscências (sempre estavam buscando satisfazer os seus desejos carnais, correndo desenfreadamente atrás de agradar as suas vontades a qualquer custo); e a sua boca diz coisas muito arrogantes (quando eles falavam eram completamente ignorantes, não respeitavam ninguém, usavam de palavras obscenas todo tempo), adulando pessoas por causa do interesse (quando se tratava de tirar proveito da situação eles eram profissionais em bajular pessoas que lhe poderiam oferecer benefícios no futuro). Jd 16

Contudo, Enoque não se intimidou e começou a exercer o seu ministério profético na sua época, em seu coração reinou a coragem e o amor por aquelepovo, já na sua mocidade decidiu assumir o risco de morte, assim, prosseguiu nessa ousadia, não por acreditar em suas habilidades para cumprir o seu chamado, mas por crê que Deus o ajudaria em sua missão foi que Enoquemesmo correndo risco de ser destruído pela população profetizou dizendo: Eis que veio o Senhor com os seus milhares de santos, para executar juízo sobre todos e convencer a todos os ímpios de todas as obras de impiedade, que impiamente cometeram, e de todas as duras palavras que ímpios pecadores contra ele proferiram. Jd 14,15

Assim, como todos aqueles que amaram mais a Palavra de Deus do que a suas próprias vidas Enoque passou a ser perseguido pela população por conta da dureza da mensagem a qual proclamava, todos os ouvintes da pregação deEnoque endureceram os seus corações e quiseram mata-lo. Porém, pela fé,Enoque foi trasladado para não ver a morte; não foi achado, porque Deus o trasladara. Pois, antes da sua trasladação, obteve testemunho de haver agradado a Deus. Hb 11;5,6

Enoque foi poupado por Deus de seu martírio, devido haver poucas informações contidas nas Escrituras Sagradas sobre a vida desse jovem que marcou a sua geração com a pregação da Palavra de Deus e uma vida de plena justiça, não se sabe ao certo se ele foi arrebatado para o céu ou foi levado para um lugar bem longe dos seus perseguidores, apesar disso, tudo que se sabe é que Enoque andou com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si. Gn 5:24.

Após Enoque ter anunciado o juízo de Deus para aquele povo iníquo, foilevado embora por Deus. As pessoas por terem rejeitado a Palavra continuaram agindo dissolutamente caminhando segundo os seus desejos malignos. Passaram-se o período determinado por Deus e a iniquidade se multiplicava porque aqueles que eram da linhagem da santidade se uniram com aquelas que eram da linhagem do pecado e geraram filhos, esses nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houve na antiguidade. Gn 6:4

Por esse tempo apareceu Noé, homem justo e perfeito em suas gerações, e andava com Deus. Gn 6:9 Então, o Senhor disse que iria destruí a todos aqueles que não se arrependeram dos seus pecados, determinou que o Seu Espirito não mas habitaria no homem porque esse era carnal e o tempo que tinham para se arrepender do mal era cento e vinte anos. Gn 6:3 Porem, Noé obteve a graça deDeus, e teve o auxilio Divino para construir a grande arca pela qual foi salvo junto com a sua esposa, seus filhos, as mulheres dos seus filhos e um par de animas de cada espécie. No entanto, todos os que não andaram com Deus foram completamente destruídos pelas águas de um diluvio universal. Porque a salvação de Deus é para todos aqueles que andam dia e noite até o fim de suas vidas em intimidade com Ele.

“Andar com Deus significa ser rejeitado pelo mundo.”