domingo, 25 de agosto de 2013

CUIDADO COM PESSOAS QUE SÃO MAIS "MISERICORDIOSAS" DO QUE DEUS


POR QUE DEUS MANDAVA MATAR NO TEMPO DO VELHO TESTAMENTO? 

Israel é um povo que NÃO EXISTIA quando Deus chamou a Abraão para dele fazer uma grande nação. Assim começou Israel a existir - de Abraão, Isaque,Jacó e seus descendentes, as 12 tribos de Israel. Israel foi um povo que Deus tirou de entre as nações para por ele trazer a Sua Palavra, e depois o Seu próprio Filho ao mundo - para restituir ao homem a vida eterna que este perdera no Éden. Por isto mesmo, Israel sempre foi um povo ODIADO e PERSEGUIDO pelo Diabo e suas hostes, e em toda a História pode-se ver isto claramente.

A maneira como Deus trata com Israel é DIFERENTE da maneira como Ele trata a TODAS as outras nações, como DIFERENTE também é a maneira como Ele trata as outras nações com relação a Israel: "Amaldiçoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem" (Gn. 12.3). Esta foi a PROMESSA feita a Abraão e seus descendentes - os israelitas - e também a SENTENÇA para os inimigos de Israel, e ela NUNCA foi, ou será, removida. Aos olhos de Deus, combater contra Israel é combater contra ELE PRÓPRIO.

Na antiguidade, Israel foi o povo através do qual Deus testificou da Sua santidade, do Seu amor e da Sua justiça ao mundo inteiro. E Satanás SEMPRE instigou os povos pagãos e idólatras contra Israel - com o objetivo de DESTRUIR o povo pelo qual Deus traria a Sua salvação ao mundo.
Então, quando Deus mandou exterminar a alguns desses povos - foi por estas motivações - MAIS DO QUE JUSTAS:

* QUANDO TAIS POVOS ENCHIAM A MEDIDA DA INIQUIDADE - como, só pra citar um exemplo, fazer passar os próprios filhos pelo fogo: faziam o altar com a imagem de 
Moloque, ou de Baal, ou de algum outro "deus" (Satanás disfarçado), acendiam o fogo no altar e colocavam no fogo uma criança de colo como oferenda aos demônios; em seguida, tapavam os ouvidos para não ouvir os gritos desesperados da criança - que assim era queimada viva. Os "misericordiosos" de hoje - que CONDENAM a Deus por mandar matar tais tipos de assassinos hediondos - quem sabe não se importariam se os seus próprios filhos também fossem SACRIFICADOS nesses tipos de rituais? Afinal de contas, eles são "MISERICORDIOSOS", o que importa para eles é o "AMOR", e dizem que Deus era muito "CRUEL" com aqueles satanistas, coitados.

* Quando aqueles povos, fustigados pelas trevas, tinham o propósito de DESTRUIR a Israel - destruindo assim também O PLANO DE DEUS PARA A SALVAÇÃO DO HOMEM. Se Deus não tivesse exterminado aqueles povos - meu amado, minha amada - O SENHOR JESUS NÃO TERIA VINDO AO MUNDO COMO HOMEM E MORRIDO PELOS NOSSOS PECADOS. Se Deus não tivesse guardado a Israel, você e eu estaríamos irremediavelmente condenados à morte eterna.

Muitos poderão perguntar - 'então por que Deus não continuou matando os povos pagãos e idólatras depois?' Os atos de Deus, antes da vinda do Seu Filho ao mundo, foi para PRESERVAR Israel para por ele trazer YEHOSHUA (Jesus) ao mundo. Agora, com a Sua salvação já no mundo, NÃO É NECESSÁRIO O JUÍZO IMEDIATO - COMO O ERA; o juízo fica para ser executado no futuro, mas a sentença JÁ É DADA aos que não creem ou rejeitam à Sua salvação (Jesus) - e a sentença foi proferida pelo próprio Filho: "Quem n'Ele crê não é condenado; mas quem não crê JÁ ESTÁ CONDENADO (caso não venha a se arrepender), porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus" (João 3.18).

Então, quando você vir ou ouvir algum filho das trevas CRITICAR Deus, ou até NEGÁ-LO, afirmando que o Deus do Velho Testamento era "MAU" e que, por isso mesmo, não deve ser Deus - podes responder-lhe: TUDO QUE ELE FEZ FOI PARA QUE UMA PESSOA ABOMINÁVEL COMO VOCÊ TIVESSE A OPORTUNIDADE DE SER SALVA PELO SACRIFÍCIO DO SEU FILHO NA CRUZ. Podes responder assim mesmo. Inimigo(a) de Deus deve ser tratado(a) COMO INIMIGO DE DEUS, não como "coitadinho(a)", mesmo que seja, ou diga ser, "cristão" ou "evangélico(a)".

Aqueles que tentam dissociar Jesus do Velho Testamento e de Deus Pai são CEGOS querendo guiar a outros CEGOS. O Senhor disse que "Quem não honra o Filho não honra o Pai, que O enviou" (João 5.23). Você acha que se alguém negar o Pai - (SIM, AQUELE MESMO QUE MANDOU MATAR OS ÍMPIOS NO TEMPO DO VELHO TESTAMENTO), o Filho o aceitará?

O SENHOR JESUS NO VELHO TESTAMENTO 

TODO o Antigo Testamento testifica do Senhor Jesus, em infindáveis detalhes, de uma maneira profunda, maravilhosa e profética. Aqui separei mais um evento profético - e que TESTIFICA do Profeta de Nazaré: foi a prova (ou confirmação) que Gideão fez com Deus, para que o Senhor demonstrasse que por intermédio dele, Gideão, iria livrar Israel da servidão sob os midianitas.

"E disse Gideão a Deus: Se hás de livrar Israel por minha mão, como tens dito, eis que eu porei um velo de lã na eira; se o orvalho estiver somente no velo, e secura sobre toda a terra, então, conhecerei que hás de livrar Israel ... E assim sucedeu; porque, ao outro dia, se levantou de madrugada, e apertou o velo, e do orvalho do velo espremeu uma taça cheia de água." (Juízes 6.36-38). O velo de lã tipifica Jesus, profeticamente. Primeira prova: O VELO DE LÃ MOLHADO E A TERRA SECA. JESUS VEIO PARA O HOMEM NECESSITADO (terra seca). JESUS CHEIO DO ESPÍRITO SANTO E A TERRA VAZIA. DEU UMA TAÇA CHEIA - O HOMEM CHEIO DO ESPÍRITO SANTO.

"E disse Gideão a Deus ... rogo-te que só esta vez faça a prova com o velo; rogo-te que só no velo haja secura, e em toda a terra haja o orvalho. E Deus assim o fez naquela 
noite, pois só no velo havia secura, e sobre toda a terra havia orvalho." (Juízes 6.39,40)
Segunda prova: O VELO DE LÃ SECO E A TERRA MOLHADA - NOS FALA DE JESUS MORTO NA CRUZ - DANDO O SEU SANGUE PARA QUE PUDESSE SALVAR O HOMEM.
Jesus está presente em TODA a Palavra, pois o Seu Nome - na Eternidade - é a Palavra de Deus (1 João 5.7; Apoc. 19.13). Glória ao Seu Nome!

RENEGAR O VELHO TESTAMENTO É RENEGAR O SENHOR JESUS!